O Instituto Alimentando o Bem nasceu na unidade de conservação da Área de Proteção Ambiental (APA) Serra do Guararu, no início da pandemia de Covid-19, para ajudar moradores do Guarujá que já enfrentavam graves problemas com as fortes chuvas que atingiram a região no início do ano passado. Em razão do evento, diversas famílias ficaram desabrigadas.

Para tentar minimizar o sofrimento destas famílias, um grupo de pessoas passou a produzir marmitas para doação. No primeiro dia, foram distribuídas 50 marmitas e, desde então, após a iniciativa se formalizar através do Instituto Alimentando o Bem, foram distribuídas mais de 30.200 refeições.

No que se refere ao impacto gerado nas comunidades da Serra do Guararu em 2020, primeiro ano de atuação do instituto, foram realizadas doações de 632 cestas básicas, mais de 30.200 marmitas, 800 kits de higiene, 2.000 litros de leite, fraldas infantis e geriátricas, além do recolhimento e aproveitamento de frutas, legumes e verduras usados na elaboração e distribuição de sopas e sacolés.

Em 2021, em meio ao agravamento das desigualdades socioeconômicas aceleradas pela pandemia, o Instituto Alimentando o Bem passou a ampliar sua proposta de atuação com o foco em seu principal propósito:

Inclusão social através do fomento a núcleos de trabalho de base comunitária para a geração de renda e incentivo ao desenvolvimento local sustentável.

O Instituto

Imagem Instituto Alimentando o Bem
Imagem Instituto Alimentando o Bem

Colabore com o Bem, Alimentando o Bem.

Conectado à Agenda 2030 das Nações Unidas que traçou 17 objetivos para um futuro sustentável, o Instituto Alimentando o Bem apresenta uma visão holística para a construção de sociedades sustentáveis ao conciliar métodos de proteção ambiental, justiça social e eficiência econômica.

Convidamos você a fazer parte dessa construção.

Imagem Instituto Alimentando o Bem
Imagem Instituto Alimentando o Bem

Registro de visita técnica à comunidade de palafitas, Mangue-Perequê

Printscreens de moradoras da comunidade, felizes com a vida e território em transformação

VISÃO

Pensar global e agir localmente no enfrentamento de problemáticas sociais, econômicos e ambientais em comunidades vulneráveis, visando promover inclusão social, fortalecimento comunitário, relações econômicas não exploratórias, preservação da natureza e valorização do conhecimento tradicional regional.

MISSÃO

Transformar vidas por meio da educação e do trabalho, realizando projetos sustentáveis, capazes de promover o desenvolvimento local e a inclusão social.

VALORES

Respeito à mãe natureza, valorização do ser humano e seus saberes, solidariedade

e transparência